quinta-feira, 9 de julho de 2009

Recesso




Este blog está passando por um pequeno(?)recesso mas não foi abandonado; todo dia venho para daqui acessar os meus blogs favoritos listados nas colunas à direita.

Acontece que tenho viajado menos e aqui em minha cidade não acontece nada digno de registro, dentro do objetivo do blog; apenas minhas semanais tertúlias musicais, como já contei aqui.
Mas em breve vou dar mais um passeio pelo Rio de Janeiro pra rever os amigos músicos e este lindo por-do-sol e aí, sim, creio que terei material novo pra compartilhar.

Aguardem!

****

12 comentários:

Celijon Ramos disse...

Querido Fig,

A julgar pela bela foto, são momentos de contemplação e reflexão que logo logo lhes trarão novás idéias e músicas...
Por aqui, amanhã (10) irei a um bar assistir a uma presentação de três excelentes músicos, entre eles o Nicolas Krassik. Acho que vai ser muito bom.
Sobre a falta de novas postagens, não se preocupe, fico revendo as antigas porque o material é muito bom.
Abração!

Celijon Ramos disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
figbatera disse...

Obrigado, Celijon, por seu carinho e atenção.
Já vi/ouvi o Nicolas Krassic algumas vezes e vale mesmo a pena. Garanto que vc vai gostar!
Abração!

figbatera disse...

Aviso que a exclusão do comentário acima foi por duplicidade; aqui não há censura prévia.

Érico Cordeiro disse...

Caro Figbatera,

Seja bem vindo (rs, rs, rs). "Não nos deixe sós", como diria aquele antigo ex-presidente!
Estou, nesse momento, escrevendo uma resenha sobre o Lester Young (não sei quando vou postar ainda), em que o baterista é o "papa" Jo Jones.
Abração!!!

Andréa disse...

então venha! venha!!

Sergio disse...

Q imagem fantástica, hein! Eis porque me ufano de minha cidade...

Olney há uma nova postagem com mais uma das inventivas cabeças da Hidra do Gong. Esqueceu-se de quem se trata? Gong é a banda do velho bardo 70tão Daevid Allen q já postei lá e vc deu de ombros pq era rock... O álbum em questão agora é do Hadouk Trio do multi-instrumentista - os sopros são os oficiais, mas o cara tudo! - Didier Malherbe. Álbum muito jazzy meu amigo! Esse eu ficaria feliz q vc provasse e opinasse.

Aliás estou inclinado a postar a 3ª cabeça da hidra, o batera em álbum solo, pensei muito em vc e nisso enquanto ouvia o disco do montro Pierre Moerlen. Enfim, o Gong não é só uma banda de rock é uma instalação de arte de vanguarda com só gênios de 1ª grandeza desde os primórdios dos 60...
Abraços!

E quando aparecer avise com antecedência pra ver se conseguimos nos encontrar.

figbatera disse...

Amigos cariocas, vou ficar no Rio no período de 23 a 30 deste mês; vcs me encontrarão no Allegro Bistrô, no Drink Café, no Copa Café ou no Barril 1800, enfim, nestes poucos locais onde ainda se ouve música de 1a.qualidade.
Espero vê-los por lá...
Mandem-me - por email - seus telefones e eu tb lhes enviarei o meu, ok?

Frederico Bravante disse...

Estamos aguardando, não demore!

Valéria Martins disse...

Oi, Fig!

Será que você vem ao Rio esta semana? Porque estou produzindo um evento que você gostaria de assistir. Inclusive, vim aqui pedir uma ajuda na divulgação. Leia abaixo o release e, se julgar interessante, faça uma postagem. Obrigada desde já! Beijos!

Lady sings the blues – 50 anos da morte de Billie Holiday

Há 50 anos — no dia 17 de julho de 1959 —, o mundo perdia Billie Holiday, uma das maiores cantoras de todos os tempos. Com seu jeito intimista de interpretar — nunca cantava uma mesma música da mesma maneira — revolucionou os vocais do pop e do jazz norte-americanos.

Para celebrar a alma dessa artista, o jornalista Roberto Muggiati dará a palestra Lady sings the blues no Espaço Telezoom, contando desde a infância pobre em Baltimore até a glória nos palcos e a ruína por causa das drogas. Com a exibição de interpretações antológicas de Lady Day (apelido dado pelo amigo saxofonista Lester Young) no telão.

Roberto Muggiati nasceu em Curitiba e é jornalista desde 1954. É autor dos livros O que é jazz; Blues: da lama à fama; Improvisando Soluções – O Jazz como exemplo para alcançar o sucesso e Rock – O grito e o mito, publicado na Espanha, México e Argentina, entre outros títulos. Colabora regularmente para o caderno cultural da Gazeta do Povo de Curitiba escrevendo sobre música e cinema.

Dia 16 de julho, quinta-feira, 20h

Espaço Telezoom – Rua Dias Ferreira, 78/301, Leblon
Tel.: (21) 3435-1617
Ingresso: R$ 20,00 (meia entrada para estudantes)

figbatera disse...

Que pena, Valéria; como eu escrevi mais acima, só vou no dia 23, portanto, vou perder essa.
Mas vou divulgar.

Luisa disse...

adorei o blog,gostei muito dessas fotos de BH! =)
um abraço!