quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Bossa na praia


Domingo ensolarado; depois da caminhada, nada como um chopp à beira-mar.
E o que é melhor: com bossa-nova ao vivo!
Foi o meu ótimo programa no primeiro dia de fevereiro; avisado por e-mail pelo meu amigo DANIEL RION, me instalei no quiosque "Champanheria Copacabana" por volta das 13h. Daí a pouco chegaram os músicos e o som começou a rolar.
O trio era formado por Daniel Rion - saxofones, Eduardo Henrique - teclado e Márcio Pereira - bateria (um jovem gaúcho, aluno do Kiko Freitas, recém-chegado ao Rio). Os meninos tocaram um repertório de bossa-nova, principalmente, e alguns "standards" de jazz; o forte calor da tarde favorecia a "descida" dos chopps mas não atrapalhava as improvisações dos músicos.
Bem, mais tarde, fui até chamado pra uma "canja", mas o teor etílico já não mais me permitiria uma participação pelo menos razoável e, assim, fui tirando o time de campo; afinal, precisava ainda descansar um pouco no hotel pra assistir (pela TV) ao jogo do Flamengo.

*****

11 comentários:

John Lester disse...

Se inveja matasse eu caía duro agora mesmo, rs.

Mas me diz, já pediram algum autógrafo a você? Na foto abaixo eu jurava que era o Paulo Coelho!

Grande abraço Olney, e boas férias.

Aluizio Amorim disse...

Caro Olney,
belo programa: bossa na praia, chopp gelado descendo e as gatinhas serpenteando na areia. Bossa+jazz+chopp+praia+MULHER= FELICIDADE! .... hehehe... Postei um vídeo com o Pat Martino e Joey DeFrancesco e dediquei você.
Grande abraço do
Aluízio Amorim

figbatera disse...

Pois é, Lester, algumas pessoas já falaram tb de minha certa semelhança com o escritor; o que eu posso fazer, né?
Mas ninguém chegou a me pedir autógrafo por isto, hehehe!

figbatera disse...

Oi, Aluizio, o vídeo é muito legal mesmo! Obrigado pela dedicatória.

edú disse...

O Denny Zeitlin é o sósia com maior proximidade do seu Olney.Para ficar no revigorante latifúndio do jazz, naturalmente.Ele era o pianista q Bill Evans declaradamente mais admirava em seus últimos anos de vida.Bom ver o blog entrando o ano com a quinta engatada na descida.

figbatera disse...

Valeu, Edu, vou ver se acho uma foto do tal sósia meu.

edú disse...

Veja se confere seu Olney:
http://www.maxjazz.com/zeitlin/

figbatera disse...

Assim é, se assim lhe parece, hehehe!
Acho que ele tá mais "acabadinho"...

edú disse...

O Denny Zeitlin tem como primeira profissão a psiquiatria.Como um saxofonista e blogueiro amigo comum.Ele , inclusive, mantém regularmente consultório e pacientes em São Francisco onde mora.Um pianista "da noite" de São Paulo foi aos EUA nos anos 70 e conseguiu o número do consultório na lista telefônica de São Francisco.Ligou é o próprio Zeitlin atendeu.O pianista brasileiro se identificou como músico de jazz e manifestou sua admiração.Finalizando os elogios com uma pergunta: como Zeitlin poderia auxilia-lo para ser melhor músico.Zeitlin foi definitivo."Me manda um vale postal de 30 dólares q eu te mando três discos meus"(rs,rs,rs).Mas o sujeito toca a beça (sem swing) como à amostra dos discos na página do MaxJazz comprovam.

Anônimo disse...

Olá Olney, ficou muito boa essa matéria, e aparece que você ficou me devendo uma canja.
Abraço.
Daniel Rion

AULAS DE SAX E CLARINETE disse...

Olá Olney, ficou muito boa essa matéria, e aparece que você ficou me devendo uma canja.
Abraço.
Daniel Rion